Pesquisar

Governança e Gestão de TI

Início > TJAC inicia implantação de sistema eletrônico de cadastro de peritos

TJAC inicia implantação de sistema eletrônico de cadastro de peritos

Ferramenta foi desenvolvida em sete meses pela equipe de tecnologia da informação do Tribunal de Justiça do Acre. A previsão é abrir edital no início de novembro para público externo cadastrar  documentos

Nesta sexta-feira, 26, a Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (Ditec) do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) entregou o sistema de cadastro de peritos para a fase testes nas varas do Estado. O sistema se chama Cadastro Eletrônico de Peritos, Órgãos técnicos ou científicos, Administradores Judiciais e Auxiliares da Justiça (CPTEC).

A previsão é abrir edital no início de novembro para profissionais interessados em cadastrar seus documentos. Por enquanto a ferramenta será alimentada com dados das equipes internas das unidades judiciárias, para em seguida abrir para o público externo.

Durante esta manhã, profissionais da Tecnologia da Informação, da Diretoria de Logística (Dilog), do Gabinete dos juízes auxiliares da Presidência viram o funcionamento, tiraram dúvidas, verificaram como o cadastro é feito. Agora, está na etapa de homologação, que é o termo técnico usado para a fase de testes e ajustes por parte da equipe que vai manusear o sistema, ou seja, magistrados, magistradas, diretores e diretoras.

A presidente do TJAC, desembargadora Regina Ferrari, ressalta que a entrega do sistema representa um marco significativo na jornada de modernização e eficiência da Justiça acreana. “O CPTEC é uma ferramenta que, sem dúvida, aprimorará substancialmente a gestão dos serviços periciais e técnicos em nossos processos judiciais. A sua implantação é um passo sólido em direção a uma justiça mais ágil e eficiente. A equipe de profissionais que atuou nesse trabalho está de parabéns”.

O CPTEC foi desenvolvido em sete meses pela equipe da área de informática contratada para auxiliar na produção de sistemas e automação na Ditec. O instrumento atende quatro normativas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), as Resoluções: 393, 233, 227 e 287.

Com o emprego da ferramenta, a gestão do TJAC atende uma exigência, garantindo mais transparência e ampliando o acesso a esse tipo de serviço. Para a diretora de Logística do TJAC,  Larissa Montilha, a entrega do sistema representa avanço no uso tecnologia para otimização dos processos. “O CPTEC destina-se ao gerenciamento e à escolha de interessados em prestar serviços de perícia ou de exame técnico nos processos judiciais. A implantação desse sistema, desenvolvido pela Ditec, inaugura uma nova fase na instrução de processos que demandem perícias, porquanto além de simplificar a nomeação e o pagamento dos serviços, imprime impessoalidade e transparência ao processo de escolha dos profissionais, o que refletirá na celeridade da prestação jurisdicional”.

A servidora ainda esclareceu que em breve os interessados e interessadas poderão fazer seu cadastro, assim, que o edital de credenciamento for disponibilizado. “Todos os interessados poderão solicitar inclusão no aludido cadastro por meio do sistema CPTEC, atendidos os requisitos objetivos traçados do Edital de Credenciamento que será publicado no site do TJAC”.

 Emanuelly Falqueto | Comunicação TJAC

Compartilhe em suas redes

Pular para o conteúdo